Marcos Clark. Tecnologia do Blogger.

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Silêncio


A arte de calar reside em mim. Quanto mais eu sinto, mais me calo.
Não calo pra me fazer esconder, muito menos por não sentir, eu me calo pra te fazer detetive, pra que possa desvendar por conta própria tudo aquilo o que se fosse dito lhe pareceria insensato.
Meu interesse é temeroso, meu sentimento exagerado, amplifico-o. Amplificado por meus gestos e caricias, pelas noites que não durmo velando teu sonho. É quase um grito o simples ato de acariciar tua face, deslizar por teus cabelos, escute mais de perto.
Não amaldiçoe minha boca ao dizer Adeus, sinta apenas a força de minha mão que te puxa junto à mim. Encontre nesses gestos o que a fala insiste em dissuadir, encontre em meu abraço o que minha língua despreza em ti.
Me encontre em meus gestos, não em minhas palavras, palavras podem ser mal interpretadas, um abraço não.
Enquanto em dúvida sobre o que penso, não pergunte com pesar. Me agarre sobre ti, escute o coração disparar, e perceba então que não calo por não ter o que dizer, eu me calo é por medo de como possa interpretar.

4 Comente aqui:

Camila disse...

Nostalgia pura. Eh idiota eu ficar aki tentando me explicar, não sei o que quiz dizer, mas eu captei uma mensagem aki. Obrigada.

Charlie. disse...

Legal o texto, questão pertinente.
Mas, calar-se nunca é boa ideia, nem mesmo por medo da interpretação - na verdade, muito menos por isso - calar-se implica deixar caminho livre para que o outro pense o que quiser, faça o que quiser, diga o que quiser. Isso dito na hora certa, é coisa boa, mas dito num momento do que cala falar, exaspera.
Entende?

Uuri disse...

o mais incrivel é que sempre recriminam antes de pensar em nos decifrar. é mais facil cobrar carinhos e carícias daqueles que não mostram nos 'outdoors' da cidade e sim no lençol da cama.
voce só tenta por vezes fazer com que tambem seja visto, e não é só ela que precisa de atenção... mas aquela que tu amas sempre se achas inferior demais, solitária demais, feia de mais e está sempre a cobrar mais e mais de ti...
ja dizia cazuza: "faz parte do meu show..."

Omitir-se não é pecado,não nesse caso. faz parte apenas do jogo da sedução e é parte de quem és...
É só alguem querendo um abraço, que sabe mostrar o mundo, mas alguem que >>nao sabe falar de si mesmo<<

não é, Marcos?!

Bruna Heimfarth disse...

quanto mais eu leio sobre o que pensas e escreves mais me impressiono e te admiro *-*

Postar um comentário

  ©Juventude Envelhecida - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo